sexta-feira, 7 de julho de 2017

Cientistas chineses criam primeiro cão do mundo clonado com edição genética

Um grupo de cientistas chineses criou o primeiro cão do mundo clonado com células somáticas, - a não reprodutiva - e com edição genética, segundo um relatório divulgado nesta quinta-feira pela imprensa estatal chinesa.

"É vantajoso poder combinar a tecnologia de clonagem com a edição genética e a China tomou a dianteira", afirmou em declarações ao "Diário do Povo" um dos pesquisadores do relatório e que fizeram o achado, Lai Liangxue.

Esta equipe de cientistas do Instituto de Biomedicina de Cantão, liderada por Lai e supervisionada pela Academia das Ciências da China, utilizou tecnologia de edição genética CRISPR/Cas9 - a mais moderna que existe - para criar o primeiro cão clonado da raça beagle.

Apesar de a Coreia do Sul ter sido o primeiro país a clonar um cachorro com células somáticas, aquelas que se encontram em todo organismo vivo diferente das reprodutivas, a China tomou o posto no que diz respeito à modificação genética.

A técnica CRISPR, que apareceu em 2013 e cuja patente foi concedida ao Instituto Broad de Boston, é utilizada para criar modelos animais para estudar doenças raras ou genéticas até agora incuráveis.

"Com esta tecnologia, com a qual foram selecionados certos genes do cachorro, podemos criar um animal com mais músculos, melhor sentido do olfato e maior habilidade para correr, o que é muito bom para caçar ou para uso policial", explicou Lai.

Além disso, o pesquisador sublinhou que os cachorros sempre foram considerados uma das espécies mais difíceis de clonar pela qualidade das suas células de ovário, "relativamente pobres", e por um processo de clonagem do embriões "complicado".

Segundo o cientista, a edição genética em cachorros poderia ser comercializada em um futuro e usar mais adiante para a investigação e tratamento de doenças caninas.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2twOKiR

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário