terça-feira, 16 de maio de 2017

Desactivado engenho explosivo numa residência em Maputo

Um engenho explosivo com três metros de comprimento foi desactivado numa casa, na semana finda, na cidade de Maputo. O trabalho envolveu o Exército moçambicano, os sapadores e Polícia da República de Moçambique (PRM).

A PRM não especificou o tipo de engenho, descoberto pelos proprietários da casa, nem avançou detalhes sobre o assunto. Porém, disse que o facto ocorreu no passado sábado (06), no bairro de Magoanine “A”.

Na passada quarta-feira (10), localidade de Luído, no distrito de Govuro, província de Inhambane, a corporação apreendeu quatro armas de fogo de fabrico caseiro.

Os instrumentos estavam nas mãos de supostos caçadores furtivos. No distrito de Cahora Bassa, em Tete, um indivíduo foi preso, acusado de porte ilegal de uma pistola com seis munições no carregador.

Em Manica, a PRM deteve igualmente quatro cidadãos, com idades que variam de 30 a 41 anos de idade, também indiciados de posse ilegal de armas.

Segundo a Polícia, os visados respondem pelos nomes de M. João, D. João, F. Miguel e E. Pita todos residentes na cidade da Beira. Eles foram encontrados na posse de uma pistola de 7mm, com 12 munições de carregador.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2qpZWhE

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário