quarta-feira, 28 de junho de 2017

HIV/SIDA: Governo, operadoras e UNICEF reforçam parceria para redução de mortes e de novas ...

Foto de Fim de SemanaO Ministério da Juventude e Desportos e as operadoras de telefonia móvel assinaram, esta quarta-feira, em Maputo, um memorando de entendimento para a renovação do acordo do Programa SMS Biz, uma iniciativa que visa providenciar informação actualizada e aconselhamento personalizado aos adolescentes e jovens sobre a saúde sexual e reprodutiva e ainda a prevenção do HIV/SIDA.

O programa, que promove a participação activa dos adolescentes e jovens no desenvolvimento da sua capacidade de avaliar, criticar e tomar decisões informadas, cuja fase piloto iniciou em 2015, já alcançou mais de 90 mil adolescentes e jovens, contra a meta prevista de 50 mil, em cinco províncias, nomeadamente Cidade de Maputo, província de Maputo, Gaza, Zambézia e Nampula. Através deste programa, adolescentes e jovens podem enviar, para o número 92222, as próprias dúvidas e perguntas e obter respostas sobre saúde sexual e reprodutiva e ainda HIV/Sida.

Com a assinatura deste memorando, segundo explicou o ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula, espera-se que iniciativa SMS Biz seja expandida para todo o País e, desta forma, permitir que os adolescentes e jovens tenham mais conhecimento e façam o uso dos serviços a serem prestados, contribuindo para a redução de novos casos de HIV, gravidez na adolescência, casamentos prematuros e outras formas de violência contra a rapariga e mulher.

“Acreditamos que esta parceria contribuirá sobremaneira para a partilha de conhecimentos e percepções, e, por esta via, mitigar o risco e a vulnerabilidade dos adolescentes e jovens”, considerou Alberto Nkutumula, que acrescentou que a iniciativa SMS Biz visa, igualmente, a obtenção de melhores resultados no combate ao HIV/SIDA nesta faixa etária, o que está ligado ao objectivo de redução de mortes devido a esta pandemia em 65% e de novas infecções em adolescentes em 75% até 2020.

Já a representante da mcel-Moçambique Celular, Felícia Nhama, reiterou o apoio da operadora aos esforços do Governo e seus parceiros visando a promoção da saúde e do bem-estar dos adolescentes e jovens, em particular, e da população, no geral. Relativamente à iniciativa SMS Biz, Felícia Nhama referiu que a mesma “irá levar, de forma célere, informação útil aos adolescentes e jovens sobre saúde sexual e reprodutiva e prevenção do HIV/SIDA”.

Por seu turno, Marcolouigi Corsi, representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), parceiro da iniciativa, realçou a importância e pertinência do SMS Biz, que deverá alcançar mais de 150 mil adolescentes e jovens até o fim do ano, nas 11 províncias do País.

“Através do SMS Biz os adolescentes e jovens têm maior acesso à informação sobre a saúde sexual e reprodutiva, o que concorre para a redução do número de novas infecções pelo HIV/SIDA”, disse Marcolouigi Corsi, que referiu que Moçambique tem a oitava maior taxa de seroprevalência do mundo, com um total de 1.4 milhão de seropositivos.

Os adolescentes e jovens, na faixa etária compreendida entre os 15 e 24 anos, apresentam uma taxa de 7.9% de prevalência do HIV/SIDA, sendo que as raparigas e mulheres são três vezes mais infectadas que os rapazes e homens, particularmente nas áreas urbanas.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2t3i68g

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário