quinta-feira, 6 de julho de 2017

Em finais de Junho, carros matam perto de 30 pessoas em Moçambique

Os carros, alguns conduzidos insensatamente, seguem matando um pouco por todo o país. Pelo menos 28 pessoas perderam a vida e outras 132 contraíram lesões, das quais 36 com gravidade, em consequência de 34 acidentes de viação, de 24 a 30 de Junho último, nas estradas da chamada “Pérola do Índico”.

Dos referidos sinistros rodoviários, 18 foram do tipo atropelamento carro/peão, cinco choques entre carros, igual número de despistes e capotamento, entre outros.

Estes são apenas os casos que chegam ao conhecimento das autoridades, podendo-se admitir que determinados sinistros rodoviários não foram reportados, provavelmente.

De acordo com Inácio Dina, porta-voz do Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), o excesso de velocidade, a condução em estado de embriaguez e a má travessia de peões foram as principais causas da tragédia.

O número de acidentes de viação reduziu, comparativamente a igual período do ano passado, em que houve 37 sinistros, mas registou-se um aumento de 16 óbitos.

No que diz respeito à fiscalização rodoviária, a instituição que garante a segurança e a ordem públicas e combate infracções à lei abrangeu 39.158 viaturas, tendo imposto multas a 6.559 automobilistas por causa do cometimento de diversas irregularidades.

Na mesma operação, a Polícia de Trânsito (PT) apreendeu 600 carros, 597 cartas de condução e 470 livretes.

Oito cidadãos caíram igualmente nas mãos dos agentes da Lei e Ordem por condução ilegal, o que constitui um dos graves atropelos do Código da Estrada em vigor em Moçambique.

Segundo Inácio Dina, que falava no habitual briefing à imprensa, disse, também, que houve realização de palestras de educação cívica a automobilistas, em locais de maior concentração e/ou movimentação de pessoas.

Refira-se que só no primeiro trimestre deste ano, 256 pessoas morreram, 801 contraíram ferimentos, das quais 301 com gravidade, devido 380 acidentes de viação.

Em 2016, houve 1.371 óbitos e estima-se que, actualmente, pelo menos cinco pessoas morrem por dia, em Moçambique, por conta de sinistros rodoviários.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2twAaIr

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário