segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Crianças de quatro e oito anos abusadas sexualmente em Gaza

Dois jovens de 32 anos de idade, entre eles um professor, encontram-se encarcerados nos distritos de Chicualacuala e Mabalane, na província de Gaza, suspeitos de abusar sexualmente de duas crianças de quatro e oito anos, tendo uma delas contraído graves lesões nos órgãos genitais.

Em Chicualacuala, a violação sexual aconteceu no principio da noite da passada segunda-feira (16), na residência da vítima, de acordo com a informação fornecida ao @Verdade pelo Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Gaza.

Para conseguir os seus intentos, o docente cuja identidade não foi revelada aliciou a miúda, “por sinal sua vizinha, com um valor de 200 meticais”, alegadamente para comprar gelo doce e bolachas.

Na altura da ocorrência, a mãe e encarregada da vítima encontrava-se num mercado local a vender. O violador, que já está a ver o sol aos quadradinhos, nega as acusações, mas os exames médicos efectuados no Centro de Saúde da Vila de Chicualacuala confirmaram que, de facto, houve estupro, disse a Polícia.

Em Mabalane, um outro jovem está a contas com as autoridades policiais, indiciado do mesmo tipo de crime, contra uma criança de apenas quatro anos de idade.

O caso chegou aos ouvidos da PRM por volta das 14h00 da última quinta-feira (19), quando o tio da vítima se dirigiu ao Posto Policial de Combomune para denunciar um jovem de 32 anos de idade, por supostamente ter mantido cópula forçada com a sua sobrinha.

O acusado é desempregado, natural de Chigubo e residente no Bairro Saute-Combomune. O queixoso, residente em Combomune-Sede, no mesmo distrito, disse que o estupro aconteceu naquela tarde, na sua casa. A menina teve ferimentos graves no sexo e no ânus, o que foi confirmado pelos exames médicos.

A corporação disse que diante de tal situação não teve outra alternativa senão lavrar a auto de denúncia nº. 02/PPC/2017 e, seguida, deter o indiciado para que seja responsabilizado pelos seus actos.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2jkBT04

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário