quinta-feira, 11 de maio de 2017

Através da plataforma M-contribuição: Beneficiários do INSS passam a receber informação ...

Fim de SemanaOs beneficiários (trabalhadores) do Sistema de Segurança Social passam a obter informações sobre a sua situação contributiva, em tempo real, através de um telemóvel, iPad ou computador, com acesso à internet.

Para o efeito, o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) lançou, esta quarta-feira, 10 de Maio, em Maputo, uma plataforma electrónica denominada M-Contribuição (Minha Contribuição, Meu Benefício), que permite aos beneficiários acederem à informação sobre a sua situação contributiva, elaborar diversos requerimentos e ainda fazer o acompanhamento do estágio da sua tramitação, sem se deslocar aos serviços do INSS.

O novo serviço foi oficialmente lançado, durante a visita de trabalho efectuada pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, ao Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social, onde orientou uma sessão extraordinária do Conselho Consultivo alargada a outros quadros do pelouro.

O estadista enalteceu, na ocasião, o esforço empreendido pelo INSS com vista à modernização do Sistema de Segurança Social, particularmente no que se refere à introdução da plataforma M-Contribuição: “O facto de sairmos do sistema manual para o informatizado significa que saímos do precário, para o melhor. Esta plataforma vai ajudar muito para a monitoria do sistema”, referiu.

No seu informe sobre as actividades realizadas nos últimos dois anos, a ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, disse que “já alargamos o Sistema de Segurança Social Obrigatório por Conta Própria em 13.263 inscritos e já estamos acima daquilo que era a meta do quinquénio”, indicou ajuntando que os investimentos realizados na área de Segurança Social pelo INSS são de cerca de 22 mil milhões de meticais, em que 63 por cento são depósitos a prazo, 21 por cento em imobiliário, nove por cento em obrigações e seis por cento em participações em sociedades.

Ainda em relação a M-Contribuição, o presidente do Conselho de Administração do INSS, Franscisco Mazoio, explicou que esta plataforma electrónica surge no contexto da informatização do Sistema de Segurança Social, para melhor servir.

“É um mecanismo de comunicação entre o nosso beneficiário e o Sistema de Segurança Social. Não será mais necessário o trabalhador ir ao INSS para pedir informação sobre a sua situação contributiva. Ele vai ter acesso a esses dados usando o seu telemóvel,iPad ou computador”, concluiu.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2pEM14i

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário