segunda-feira, 29 de maio de 2017

Mulher presa por assassinar o marido e dois cidadãos por matarem um idoso em Nampula

Na cidade de Nampula, província com o mesmo nome, uma mulher recolheu aos calabouços, na semana finda, acusada de acabar, deliberadamente, com a vida do próprio marido, do qual estava separado há pouco mais de um mês, supostamente com recurso a uma faca. Outros dois indivíduos também não gozam de liberdade, alegadamente por terem assassinado um idoso.

O crime considerado passional ocorreu na noite de passada quinta-feira (25), no bairro de Namutequeliua, arredores daquela urbe.

Carlos Armando, de 34 anos de idade, morreu de forma trágica quando naquele dia se dirigiu à casa da ex-esposa para tentar um reatamento, uma vez que nunca esteve conformado com a separação e não via com bons olhos o facto de a sua ex-consorte ter se juntado a um outro homem, disse um familiar ao @Verdade.

O casal, que durante vários anos manteve uma relação amorosa da qual nasceram dois filhos, “discutia sempre que se encontrava e o homem não se cansava de se deslocar à casa da ex-mulher”.

Antes do último suspiro, Carlos implorou pela vida a um dos vizinhos mas, infelizmente, morreu antes de ser levado ao hospital.

Relativamente aos dois indivíduos que supostamente mataram um ancião de 80 anos de idade, a Policia da República de Moçambique (PRM) em Nampula, através do seu porta-voz Zacarias Nacute, disse que a intenção era roubar o dinheiro da venda de bebidas alcoólicas de fabrico caseiro.

O homicídio deu-se há uma semana, no povoado de Tchaiane, distrito de Rapale, de acordo com Nacute, para quem os acusados incendiaram a casa da vítima, como forma de apagar as evidências do delito.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2s9588b

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário