quarta-feira, 11 de julho de 2018

Niassa é a província mais cultural de Moçambique

Grafismo de Nuno TeixeiraMoçambique tem mais de 7 mil grupos grupos culturais dos quais 54 por cento dedicam-se à dança, 18 por cento à música ligeira, 14 por cento são grupos corais, 8 por cento praticam a música tradicional e apenas 6 por cento fazem teatro. A maioria dos dançarinos encontram-se na Região Norte, particularmente na província do Niassa.

São 7.442 os grupos culturais existentes no nosso país, indica a Estatística da Cultura produzida pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) em 2017, dentre os quais 4.020 são praticantes de dança, 1.304 são praticantes de música ligeira, 1.044 grupos corais, 609 grupos de música tradicional e 465 agremiações teatrais.

Desse universo de grupos de dançarinos, cujo número já foi de 4.418 em 2014, a grande maioria está baseada na província do Niassa, 1.160, seguida pela província de Cabo Delgado, 753, a pela província de Nampula com 600 agrupamentos cadastrados.

De acordo com o INE a maioria dos grupos de música ligeira estão na província de Inhambane, 363, na cidade de Maputo, 299, e na província do Niassa, 278.

Relativamente aos grupos corais 361 estão sedeados na cidade de Maputo, 191 na província do Niassa e 164 existem na província de Manica.

No que a música tradicional diz respeito o maior número de grupos foi cadastrado na cidade de Maputo, 179, seguida pela província do Niassa, 74, e pela província de Manica, 66.

Já o teatro é mais praticado na província do Niassa, por 85 grupos, seguida pela província de Inhambane, com 82, e pela província de Manica, com 65 grupos identificados pelo Instituto Nacional de Estatística.



via @Verdade - Últimas https://ift.tt/2NMCPam

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário