quarta-feira, 10 de maio de 2017

Mais dois cidadãos detidos por assassinar a mãe em Manica

Dois irmãos encontram-se privados de liberdade, no distrito de Guro, província de Manica, indiciados de matar a própria mãe, supostamente porque os enfeitiçava. Este é o terceiro homicídio de que se tem conhecimento, entre Fevereiro e Maio deste ano, na mesma parcela do país.

Um dos acusados, por sinal o mais novo, responde pelo nome de Jeremias Raimundo. Segundo contou a jornalistas, ele perdeu a potência sexual e, preocupado com tal situação, decidiu consultar alguns médicos tradicionais, os quais disseram que a sua própria progenitora era causadora do problema.

“O meu sexo não levantava como o de outros homens. Eu andava longe de mulheres. Os curandeiros tentaram curar-me”, mas sem sucesso, de acordo com as palavras do jovem.

“Matei porque ele era feiticeira. É minha mãe sim, mas não estou arrependido porque era feiticeira”, afirmou Jeremias, acusando os presumíveis médicos tradicionais disseram que se agisse desta forma, diga-se bárbara, os seus males estariam resolvidos.

Em declarações à imprensa, Elsídia Filipe, porta-voz do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Manica, disse que a corporação está preocupada com a ocorrência de crimes resultantes da crença em actos de feitiçaria.

Neste contexto, está-se a reforçar a articulação entre a Polícia e a comunidade, bem como as acções de sensibilização com vista a desencorajar tais actos.

Em Fevereiro deste ano, um outro jovem de 27 anos de idade foi preso, no distrito de Gondola, em Manica, também suspeito de tirar a vida da própria mãe, alegadamente porque a malograda recusou lhe dar comida.

Em Abril, na cidade de Chimoio, mais um jovem de 26 anos caiu nas mãos da Polícia, incriminado de assassinar o pai com recurso a uma picareta, durante uma discussão motivada pelo facto de a sua mulher ter sido impedida de entrar em casa do finado, na qualidade de nora, porque não era reconhecida como tal.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2pBdiEQ

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário