domingo, 4 de junho de 2017

Ferroviário da Beira derrota El Merreikh e assume 2º lugar do seu grupo na “Champions” ...

Foto do Clube Ferroviário da BeiraO campeão nacional de futebol de Moçambique, na primeira partida da Liga dos Campeões Africanos que disputou no seu campo, na cidade da Beira, marcou o seu primeiro golo, numa soberba jogada finalizada por Dayo, e ainda conquistou 3 cruciais pontos que permitem sonhar com um apuramento inédito para a fase seguinte da mais importante competição de clubes do nosso continente.

O dia 3 de Junho é uma data que os beirenses não vão esquecer, nesse dia testemunharam a disputa pela primeira vez uma partida da “champions” africana, aliás a primeira vez que se disputa fora da cidade de Maputo.

Mas mesmo diante do seu público os “locomotivas” da Beira começaram inseguros a partida da 3ª jornada e viram os sudaneses do El Merreikh começarem a dar trabalho a Willard, aliás nos primeiro minutos até chegaram a introduzir a bola na baliza mas o golo não foi assinalado por um pretenso fora de jogo que não existiu. Na outra baliza Salim Omar só defendeu a primeira bola enquadrada depois do minutos 20, antecipando-se a um passe de Áureo.

Aleixo Fumo percebeu que a sua equipa não estava a conseguir levar a bola com rapidez e eficácia para o ataque, tirou o zimbabweano Feremba e lançou para o relvado Gil Atoy(Babo).

Mas o El Merreikh controlava o jogo e no minuto 28 Pascoal Amorim salvou aquele que seria o golo inaugural cortando sobre a linha de baliza para canto um cabeceamento, que Willard foi antecipado. O intervalo chegou sem golos e com os “locomotivas” sem ideias para chegarem ao golo.

Depois do descanso a defesa do Ferroviário facilitou em duas jogadas quase seguidas que só não resultaram em golo devido a falta de eficácia e de frieza dos sudaneses. O primeiro remate, digno desse nome, dos “locomotivas” foi de Dayo que na sequência de uma lançamento chutou na passada ao lado da baliza de Salim.

O Ferroviário ganhou velocidade e as jogadas de perigo começaram a suceder-se na área sudanesa. Decorria o minuto 66 quando Willard repôs a bola rapidamente e milimetricamente para a cabeça do capitão Maninho que a meio de meio relvado amorteceu e serviu com a cabeça a Dayo, o avançado bateu um primeiro defesa na corrida, já na grande área fletiu para o centro, ajeitou e com o pé direito fuzilou por entre as pernas de Salim.

Foto do CLube Ferroviário da BeiraBabo que trouxe outra dinâmica ao ataque dos “locomotivas” cruzou do flanco direito com conta peso e medida mas Dayo não chegou para o cabeceamento, a defesa não conseguiu afastar e o esférico chegou a Andro no segundo poste que rematou cruzado para a atenção do guarda-redes sudanês.

O El Merreikh ainda tentou o tudo por tudo chegar pelo menos ao empate mas estava consumada a inédita vitória do Ferroviário da Beira na “champions”.

E como a sorte protege os audazes o nosso campeão foi bafejado com um empate a uma bola na outra partida do grupo A que colocou frente-a-frente o Étoile Sportive du Sahel, da Tunísia, e o El Hilal, do Sudão.

Este resultado mantém os tunisinos no comando do grupo com 7 pontos. Os nossos campeões estão na 2ª posição com 4, seguidos pelo El Hilal com 3 e o El Merreikh com 1 ponto amarga o último lugar.

A 2ª volta inicia já no próximo dia 20 de Junho com o Ferroviário a viajar para o Sudão onde em Cartum vai voltar a enfrentar o El Merreikh.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2sGklx5

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário