domingo, 4 de junho de 2017

Série de explosões num funeral no Afeganistão mata pelo menos 12 pessoas

Uma série de explosões em Cabul, neste sábado, matou pelo menos 12 pessoas, no funeral de uma das vítimas dos conflitos entre a polícia e manifestantes, um dia antes, dando sequência à onda de violência na capital afegã desde que uma bomba que explodiu em um caminhão, esta semana.

Duas testemunhas do funeral disseram que pelo menos 12 pessoas foram mortas. A emissora de televisão Tolo News e outros veículos de imprensa afegãos publicaram que o número pode chegar a 18. Outras 18 pessoas teriam sido feridas.

O executivo-chefe do governo afegão, Abdullah Abdullah, estava no funeral, mas não se machucou, segundo um comunicado do seu escritório. Vários oficiais de segurança foram feridos.

Ninguém reivindicou responsabilidade pelo ataque imediatamente. O Talibã, que frequentemente executou atentados a bomba no passado, rapidamente negou através de um porta-voz, que tenha qualquer envolvimento e, em vez disso, culpou facções rivais dentro do próprio governo.

As explosões ocorreram no funeral de Mohammad Salim Izadyar, o filho do vice-presidente do Senado. Ele morreu depois de ter sido seriamente ferido em conflitos durante os protestos de sexta-feira.

Manifestantes protestavam contra a segurança excessiva mantida pelo governo depois da imensa explosão de um camião que matou mais de 80 pessoas e feriu 460.

A bomba no camião, na quarta-feira, foi o ataque mais letal em Cabul desde que a invasão liderada pelos Estados Unidos derrubou o Talibã, em 2001.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2rEWZKX

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário