terça-feira, 8 de agosto de 2017

Standard Bank promove empreendedorismo

Foto de Fim de SemanaA Incubadora do Standard Bank, cuja abertura oficial está agendada para sexta-feira, 11 de Agosto, acaba de acolher o Local Bootcamp Day (ensaio) dos finalistas do SLUSH GIA Moçambique, um evento que visa promover e elevar iniciativas locais que tenham potencial de crescimento e impacto nos mercados em que operam.

Durante o Bootcamp, os finalistas tiveram a oportunidade de apresentar as suas iniciativas e receber aconselhamento dos mentores visando a melhoria das mesmas.

Sasha Vieira, responsável pela Incubadora do Standard Bank e mentora no SLUSH GIA Moçambique, considera que a iniciativa tem a particularidade de não só promover o empreendedorismo, mas também de dar visibilidade a projectos com impacto positivo nas comunidades, em particular, e na sociedade, no geral.

“O Standard Bank, ao associar-se a esta iniciativa, pretende estimular o empreendedorismo e apresentar ao mundo iniciativas de grande impacto e que contribuem para o uso racional dos recursos do País”, explicou Sasha Vieira.

Por seu turno, Alfredo Cuanda, fundador e CEO do IDEÁRIO, entidade promotora e organizadora do SLUSH GIA Moçambique, referiu que “o que se pretende com o evento é seleccionar as melhores iniciativas para apresentá-las ao mundo, na Finlândia”.

De ressaltar que o IDEÁRIO traz pela segunda vez consecutiva este programa de aceleração a Moçambique, pois é uma organização comprometida com o empreendedorismo de impacto.

Refira-se que a fase final da segunda edição do SLUSH GIA Moçambique organizada pelo IDEÁRIO com o apoio da Incubadora do Standard Bank está agendada para quinta-feira, 10 de Agosto, no Centro de Inovação Organizacional do IDEÁRIO em Maputo.

No evento, serão seleccionadas três iniciativas para o SLUSH Global Event, a decorrer de 30 de Novembro a 1 de Dezembro, em Helsinki, na Finlândia, onde estarão reunidos empreendedores de mercados emergentes, investidores, startups, talentos e meios de comunicação dos quatro cantos do mundo.

Concorreram para a esta edição do SLUSH GIA um total de 25 iniciativas, das quais somente sete foram seleccionadas para a final do dia 10 de Agosto. A Bio Oasis (agro-processamento), MoWoza (comércio e tecnologias de comunicação e informação), Kharin Lda (tecnologias de informação e comunicação), Wamina (Higiene e saude feminina), MUVATECH (tecnologias de informação e comunicação), Paladar (tecnologia ), Órera (reciclagem e mobiliária) e a ECO Carvão (energias renováveis) são as finalistas que, durante três minutos, disputarão, perante o corpo do júri, a oportunidade de estar no palco do SLUSH Global Event, na Finlândia.

Em 2016, Moçambique foi o único País da África lusófona a participar no SLUSH Global Event, em Helsinki, e esteve representado pela IzyShop e Mozambikes, que se sagraram vencedores.



via @Verdade - Últimas http://ift.tt/2hJjRpi

Related Posts by Categories



0 comments:

Enviar um comentário